Saiba porque você deve fritar os alimentos com azeite de oliva extra virgem


Saiba porque você deve fritar os alimentos com azeite de oliva extra virgem

Esqueça o mito que diz que aquecer o azeite de oliva é prejudicial a saúde. Ao contrário do que muitos pensavam, o azeite de oliva extra virgem é mais resistente às altas temperaturas do que os demais tipos.

Estudos feitos pela Associação Brasileira de Nutrologia (Abran) indicam que o azeite de oliva produz menos aditivos químicos do que os outros óleos e por isso pode ser usado no preparo dos alimentos no fogo. Ele pode ser aquecido até 200 graus sem que perca as suas propriedades, já que eles são mais ricos em ácidos graxos monoinsaturados e mesmo após o aquecimento continuam sem apresentar gorduras trans.

Ao utilizar o azeite de oliva no preparo dos alimentos quentes, é possível ainda, obter sabores e aromas incomparáveis nos alimentos. Portanto, esqueça que o azeite serve apenas para finalizar os pratos ou adicionar sabores a sua salada.

A batata frita em azeite de oliva extra virgem, por exemplo, é mais saudável que a frita em óleos refinados de soja ou de girassol. Isso ocorre não só pela estabilidade do azeite, como também pela transferência ao alimento frito de sabor e aroma, além da alteração do perfil de lipídeos. 

Aqui você encontra receitas deliciosas e dicas de harmonização com azeite de oliva extra virgem da Verde Louro.




Por
11/09/2018


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!