Saiba como introduzir uma dieta vegetariana no seu dia a dia


Saiba como introduzir uma dieta vegetariana no seu dia a dia

O vegetarianismo e o veganismo são tipos de dietas que vem ganhando mais adeptos a cada dia. A diferença entre as duas dietas é que o vegetarianismo pode ser adotado por diversas razões, como questões éticas, saúde e religião, enquanto o veganismo tem como principal foco a questão ética de luta pela não exploração animal. No veganismo não se consome nenhum produto de origem animal como carne e todos os derivados de origem animal, assim como não consomem produtos testados em animais como maquiagens e remédios, por exemplo. Já o vegetarianismo não se alimenta de carne, mas consome produtos de origem animal como ovos e laticínios. A escolha pelo estilo de vida parte dos princípios de cada um e ao longo da vida, muitas pessoas decidem pelas mudanças dos hábitos, inclusive na alimentação de crianças.

É importante destacar que não é interessante simplesmente cortar as carnes e outros derivados animais de uma hora para a outra. A troca pode ser gradual e o acompanhamento de um nutricionista é importante para uma melhor orientação dos alimentos que podem substituir as carnes e que sejam fontes ricas de cálcio, proteína e vitaminas necessárias para o bom funcionamento da sua saúde.

Separamos algumas dicas para quem deseja fazer esta mudança de hábitos, com alimentos importantes para a sua saúde. Confira:

 

Cuide da sua saúde

Ser vegetariano não significa simplesmente parar de comer carne, mas sim substituir os alimentos por outras fontes de nutrientes necessárias para a sua saúde. Por isso, é indicado que você procure um nutricionista que vai adequar a dieta ao seu dia a dia e suas necessidades como um todo. Através de exames, é possível ter uma maior extensão da sua necessidade, já que a carne é uma fonte de vitamina B12, proteína, ferro e cálcio. O vegetarianismo é possível, pois existem fontes vegetais de proteína como feijão, ervilha, soja, grão de bico, entre outros, mas é importante combinar as leguminosas com cereais como o arroz integral, cevada, milho, aveia e outros.

 

Adeque o seu paladar com os alimentos

Se você nunca teve o hábito de comer vegetais, é importante ir conhecendo os alimentos para introduzir aos poucos na sua dieta. O processo tende a se tornar um pouco mais difícil, mas ele é totalmente possível. Ter em mente que novas experiências gastronômicas podem ser tão prazerosas quanto as que você estava acostumado, é um exercício para acostumar a mente de que a mudança é positiva, pois vai de encontro com aquilo que você acredita.

 

Se a sua ideia é não consumir mais apenas os tipos de carne, os derivados animais podem ser ótimos substitutos. O leite, por exemplo, é uma excelente fonte de cálcio e os ovos de galinha são ricos em proteína. Cuide também para não exagerar em alimentos ricos em carboidratos como massas, pães, doces, arroz etc. Em alguns casos, a necessidade de compensar a vontade de comer alimentos como a carne, pode acabar sendo prejudicial pelo excesso de outros alimentos. Neste caso, prefira os integrais que vão satisfazer as suas vontades, mas são menos prejudiciais.

 

O preparo dos alimentos faz toda a diferença!

Alguns alimentos podem ficar com o sabor muito parecido a carne, por exemplo, de acordo com o preparo e os temperos utilizados. Pratos coloridos também tendem a ser mais saborosos. Teste as combinações, e vá medindo o seu paladar com as novas descobertas alimentares.




Por
24/02/2019


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!