5 dicas de ouro para temperar um churrasco


5 dicas de ouro para temperar um churrasco

Quando o assunto é temperar um churrasco, a primeira imagem que vem à cabeça é um pedaço de picanha bem vermelhinho, envolto em uma camada significativa de sal grosso, não é verdade?

É natural que seja assim: o sal grosso é o tempero mais tradicional dos churrascos, e essa preferência pode ser explicada pela sua capacidade de realçar o sabor da carne e selá-la para manter seu sulco.

Mas se você quer se tornar um expert na arte do churrasco, precisa conhecer também as dicas que preparamos neste post!

Dica: Conheça os sabores incríveis da culinária do Mediterrâneo

1. Inove com ervas culinárias

Não é nenhum pecado investir nas ervas para temperar um churrasco. Muito pelo contrário: se usadas corretamente, elas podem é transformar suas carnes em um complexo de sabores sofisticados.

Peixes e frangos podem e devem possuir temperos mais elaborados à base de sal fino e ervas, pois são carnes cujo sabor sutil será realçado por esse tempero. Use moderadamente ervas frescas como alecrim e tomilho para evitar sobreposição de sabores.

Quanto à carne bovina, será necessário decidir uma questão importante: eu quero manter o sabor tradicional dela ou surpreender meus convidados com algo novo? As duas propostas são válidas, mas exigem seu conhecimento prévio.

Se a ideia for inovar, tempere a picanha, alcatra, maminha (ou a carne bovina que estiver no seu cardápio) com tomilho, cominho e salsa. Outro tempero que agrada bastante é o chimichurri, um complexo de ervas em conserva.

Certifique-se apenas de que a mistura não leva nenhum outro líquido além do azeite de oliva extra virgem, porque o vinagre, bem como outros produtos, pode prejudicar a qualidade da carne se usado antes dela ser assada.

Agora, se a ideia for dar uma repaginada no tradicional tempero à base de sal grosso, não deixe de conferir a próxima dica!

2. Use e abuse do azeite de oliva extra virgem 

Pouca gente conhece a versatilidade do azeite de oliva extra virgem na cultura do churrasco, mas a verdade é que ele propõe uma combinação perfeita com o sal grosso.

Clique no banner abaixo e conheça nossos produtos!

Conheça nossos azeites!

Antes de espalhar o sal em abundância pela carne — utilize-o em grãos grossos para que derreta aos poucos com o calor do fogo, sem salgar a carne — regue-a com o azeite de oliva extra virgem de qualidade de sua preferência.

Ele vai trazer contribuições significativas para seu assado nos quesitos sabor, textura e aparência, intensificando aquelas marquinhas de grelha na carne, além ser muito benéfico para a saúde!

Para ousar ainda mais, experimente azeites distintos, provenientes de tipos diversificados de azeitonas. Considere o uso da especiaria em marinadas de carne de porco no vinho branco e de peixes, junto com o suco de limão.

Dica: Aprenda a fazer um delicioso bacalhau!

3. Utilize alho e pimenta

Duas opções muito bem-vindas na diversificação de temperos para churrasco. O alho bem amassadinho confere um toque diferenciado às marinadas do frango e a pimenta vai bem com quase todos os tipos de carne, sendo a pimenta do reino mais recomendada para a carne de boi e as frescas, como dedo-de-moça, em marinadas de porco e cordeiro.

4. Inclua o mel

O mel é um ingrediente especial para a marinada da carne de porco. Uma boa combinação pode ser obtida pela mistura do mel com mostarda, shoyo, suco de limão e azeite de oliva extra virgem, todos em pequenas quantidades, descansando na carne por algumas horas.

O mel também pode ser usado na finalização da carne. Uma pincelada do doce sobre a carne ainda na churrasqueira é o suficiente para surpreender a todos!

5. Não utilize limão, vinagre ou água

A dica aqui é: nem tudo vai bem com tudo! Estes ingredientes não devem ser utilizados em carnes bovinas antes do preparo em hipótese alguma, por motivos de origem constitutiva dos alimentos.

Além destes ingredientes provocarem a desidratação das fibras da carne, eles também sofrem alteração em seu potencial hidrogeniônico (PH) quando entram em contato com o calor intenso da brasa, fazendo a carne escurecer e endurecer.

São infinitas as possibilidades de misturas de ingredientes para se temperar um churrasco, mas resultados satisfatórios também envolvem muito cuidado com a procedência e escolha das carnes e suas formas de preparo.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe este post em suas redes sociais e deixe seus amigos e familiares ansiosos pelo próximo churrasco!




Por
20/04/2017


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!