Conheça os sabores incríveis da culinária do Mediterrâneo


Conheça os sabores incríveis da culinária do Mediterrâneo

Acredite se quiser, consagrada em 2010 como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO, a culinária do Mediterrâneo não tem nada de sofisticação. Muito pelo contrário, sua simplicidade é o motivo maior e qualquer pessoa pode incorporá-la ao seu dia a dia!

Sua diversidade única é resultante da integração de diversas "mini culturas", com algumas variações pontuais de país para país. Além disso, seu cardápio está em constante mutação, com plena abertura à incorporação de novos itens.

Conheça agora a lógica e as delícias desta gastronomia e deste estilo de vida!

Onde a dieta do Mediterrâneo surgiu e é praticada?

O mar Mediterrâneo está situado ao sul da Europa, norte da África e oeste da Ásia, e banha vários países destes continentes, como por exemplo, Mônaco, Malta, Croácia, Grécia, Turquia, Síria, Israel, Egito, Líbia, Tunísia, Argélia e Marrocos. O conjunto gastronômico de todos os países banhados por essas águas, sejam continentais ou insulares, representa a origem da chamada culinária do Mediterrâneo.

A extensão e abrangência do mar Mediterrâneo fazem dele o maior mar interior continental do mundo, com características bastante próprias, como é o caso da branda temperatura das suas águas que acompanham as variações climáticas do local.

Além de ótimos para a saúdeazeites de oliva extra virgens Também fazem parte da culinária mediterrânea. Clique no banner abaixo e conheça os azeites de oliva extra virgem Verde Louro.

Confira os Azeites Verde Louro

Por que o título de Patrimônio Imaterial da Humanidade?

Como citado anteriormente, a culinária do Mediterrâneo ganhou o título da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura – UNESCO, reconhecendo a dieta mediterrânica presente na Grécia, Itália, Espanha e Marrocos. Já em 2013, Portugal também passou a integrar este rol por unanimidade de votação, junto ao Chipre e à Croácia.

Isto porque, muito além da diversidade de cores e dinamismo de elementos que a constituem, essa culinária se baseia em alimentos crus, cozidos e assados, preservando muitos de seus nutrientes. É extremamente leve e fácil de preparar!

Quais as principais características da culinária do Mediterrâneo?

Sazonalidade

A lógica que rege esta gastronomia é a utilização do que se tem à mão! É por isso que o frescor dos alimentos possui tanta força de expressão e a diferencia das demais. A cada estação do ano, mudam-se os ingredientes.

Preparo

Frituras e os alimentos processados praticamente não existem na culinária do Mediterrâneo. Os legumes e as verduras são muito comumente cozidos no vapor, as hortaliças e frutas consumidas cruas e as carnes são assadas ou grelhadas.

Ingredientes

Azeite de Oliva Extra Virgem

Amplamente utilizado em conservas, temperos, cozimento e finalização de pratos, a qualidade dos azeites de oliva extra virgem  possuem um alto grau de importância nesta cultura. A região do Mediterrâneo também é conhecida pelos excelentes azeites de oliva extra virgem que lá são produzidos com uma enorme variedade de azeitonas. Você conhece os benefícios do azeite de oliva para a saúde? Tema de um dos nossos posts e que justifica a junção do azeite de oliva extra virgem como a comunhão potencial dos valores nutricionais de todos os alimentos que são regados por este alimento sagrado.

Azeite Extra Virgem Arbequina 

Clique na imagem acima e adquira já o seu azeite de oliva extra virgem Verde Louro!

Verduras e Legumes

As mais comuns são cebola, alho, tomate, cenoura, leguminosas e pimentões.

Frutas frescas e secas

Há uma preferência pelas cítricas como pêssegos e damascos, e hídricas como o melão.

Carnes

O grande consumo está nos peixes e frutos do mar, ricos em ômega 3. As carnes vermelhas como cordeiro e porco, além das carnes de caça, como lebre, perdiz e coelho, são também consumidas, mas em pequenas quantidades.

Grãos e cereais

Com fatores climáticos favoráveis ao cultivo, o consumo de pães, muitas vezes regados com azeite de oliva, é bastante comum na região. Outros dois itens muito presentes nos pratos são o grão-de-bico e a lentilha.

Laticínios

Consumo diário de leite, queijos e iogurtes.

Oleaginosas

Castanhas, amêndoas e nozes possuem papel expressivo nesta culinária que valoriza suas riquezas nutricionais como a presença da vitamina E, dos minerais e do selênio.

Vinho tinto

A bebida básica dos povos mediterrâneos é a água. No entanto, é um hábito diário o acompanhamento das refeições com uma taça de um bom vinho tinto.

Recriar a culinária do Mediterrâneo em casa é tarefa muito simples e além de representar um padrão de vida saudável e completo, também costuma proporcionar excelentes experiências em pequenos eventos em casa, com familiares e amigos!

E você, o que achou da dica deste post? Compartilhe conosco suas aventuras culinárias!




Por
02/03/2017


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!