Benefícios que o azeite de oliva extra virgem pode trazer para a sua saúde


Benefícios que o azeite de oliva extra virgem pode trazer para a sua saúde

O azeite de oliva extra virgem como uma das bases da alimentação já é uma prática comum no mundo dos famosos. A atriz espanhola Penélope Cruz e as brasileiras Grazi Massafera e Regiane Alves são exemplos de pessoas que há anos optaram por elementos da dieta mediterrânea – que tem como pilar o azeite de oliva extra virgem – afim de garantir mais saúde para a sua mesa.

Essa opção não poderia ser mais acertada, visto que o azeite de oliva extra virgem é um dos óleos mais importantes e antigos do mundo. O produto é composto basicamente por gorduras, sendo 73% delas monoinsaturadas, principalmente ácido oleico, também conhecido como ômega 9. Ele é responsável por ajudar a reduzir as concentrações sanguíneas de LDL, o “mau” colesterol, e aumentar o HDL, o “bom” colesterol.

Rico em polifenois, responsáveis pelo seu sabor característico, responsáveis por prevenir doenças cardiovasculares e proteger contra alguns tipos de câncer. O produto possui ainda uma quantidade grande de vitaminas:

A vitamina D é essencial para o equilíbrio de diferentes órgãos e funções do organismo. Responsável por regular a absorção de cálcio e fósforo, ela mantém o cérebro funcionando perfeitamente, além de fortificar ossos, dentes e músculos. Já a vitamina K, é importante para a formação, desenvolvimento e manutenção dos ossos, para a coagulação sanguínea e para a síntese de proteínas plasmáticas. 

Enquanto isso, a vitamina A é fundamental para o crescimento adequado e diferenciação dos tecidos de vários órgãos, em especial, os olhos. Ela também mantém boca, nariz, olhos e estômago saudáveis. Por último, a vitamina E, possui ótimas propriedades antioxidantes. Ela diminui os danos provocados pelos radicais livres, combatendo o envelhecimento precoce e melhorando a aparência da pele e cabelos.

Além disso, o azeite de oliva extra virgem também conta ainda com 14% de gorduras saturadas e pouco mais de 10% de poli-insaturadas. Dentre as poli-insaturadas a maioria (9,7%) é de ômega 6, também chamado ácido linoleico e uma pequena parte (0,76%) é de ômega 3 ou ácido linolênico. O ômega 6 é essencial para manter as funções cerebrais saudáveis e funcionando no ritmo certo.

Diminui a pressão arterial

Três colheres diárias de azeite de oliva extra virgem ajudam a diminuir os níveis altos de pressão arterial. Segundo vários estudos, entre eles um financiado pela British Heart Foundation e publicado na revista americana Proceedings of the National Academy of Sciences, as gorduras saudáveis do azeite de oliva extra virgem podem ajudar a reduzir a pressão arterial diastólica e sistólica.

Ação antioxidante

O produto conta com ação antioxidante por conter vitaminas quem mantem a pele longe das rugas. Os antioxidantes contidos no azeite são tão fortes que as oliveiras são capazes de regenerar e auto proteger seus galhos e frutos.

Protege o coração e cérebro

O azeite de oliva extra virgem consegue reduzir a formação de placas ateromatosas (compostas por lipídeos e tecido fibroso), que são responsáveis por entupir os vasos sanguíneos e artérias. De acordo com os pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, na França, o produto também ajuda a prevenir derrames.

Efeito analgésico

Uma pesquisa realizada no instituto científico Monell Chemical Senses Centre, da Filadélfia, provou que o azeite de oliva extra virgem pode substituir os analgésicos. 50g de azeite de oliva extra virgem equivale a um décimo de uma dose de analgésico ibuprofeno, tornando o alimento um ótimo anti-inflamatório.



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!