Afinal, o que é Slow Food e quais os seus benefícios?


Afinal, o que é Slow Food e quais os seus benefícios?

Com a correria do dia a dia, nem sempre sobra tempo para preparar uma refeição saudável. Muitas vezes, opta-se por um fast food, alimentos processados ou simplesmente descongela-se um prato pronto no micro-ondas.

E essa prática não é recente. Ainda em 1986, o jornalista italiano Carlo Petrini, percebendo a generalização desse novo estilo de alimentar e de viver, propôs um movimento contrário: o Slow Food.

Mas não se deixe enganar: muito além do que indica sua tradução literal, esse movimento propõe o direito ao prazer de comer e torna as etapas de preparação e escolha do alimentos tão importante quanto a degustação.

Quer entender mais sobre o que é Slow Food e seus benefícios? Confira o post de hoje:

Afinal, o que é "Slow Food"?

Com objetivos de recuperar o equilíbrio ambiental, preservar a produção de alimentos autóctones e fomentar o comércio justo, o “Slow Food” propões substituir os alimentos industrializados por produtos locais, artesanais e de qualidade. De modo mais amplo, desde os hortícolos e as carnes, até manufaturados como azeites extra virgens, queijos, cachaça e extrativistas, como mel e palmito. Sempre obedecendo ao conceito de alimentos bons, limpos e justos.

Bons seriam os alimentos artesanais cujas propriedades nutricionais são preservadas por seu método de produção ou processamento. Já os alimentos limpos são aqueles cujas etapas de produção causam o menor impacto possível, seja no meio ambiente ou na saúde dos seus consumidores.

Na produção dos alimentos justos, os produtores são respeitados em seus direitos e suas condições de trabalho. Esse conceito exige que o consumidor seja mais bem informado sobre a origem dos alimentos, tornando-se corresponsável por essa produção ou um coprodutor.

Dica: 7 superalimentos que você precisa adotar em sua dieta

Quais são os benefícios de uma alimentação como o movimento do "Slow Food" propõe?

O consumo de produtos bons e limpos traz inúmeros benefícios à saúde, pois diminui o consumo de conservantes, agrotóxicos, corantes, flavorizantes, etc., que podem causar várias doenças, incluindo câncer.

Essa alimentação também auxilia no controle da ingestão de gorduras e açúcares, diminuindo o risco de diabetes, doenças cardiovasculares, obesidade, síndrome metabólica, etc.

Além disso, a proposta do Slow Food é que essas refeições sejam partilhadas não só com a família, mas também com os amigos. Essa convivência ajudaria a combater o estresse e a ansiedade, refletindo numa melhor qualidade de vida para todos.

Quanto ao padrão de alimentos justos, esse traz benefícios para a sociedade como um todo, pois o pequeno produtor e as comunidades produtoras passam a ter um espaço no mercado. Em geral, esses produtores são marginalizados no mercado ou explorados na cadeia produtiva pelos grandes produtores.

Além de ótimos para a saúde, azeites de oliva extra virgem também fazem parte do Slow FoodClique no banner abaixo e conheça os azeites de oliva extra virgem Verde Louro.

Compre o azeite Verde Louro online!

Como colocar isso no dia a dia de modo prático?

Algumas pessoas, apesar de se identificarem com essas ideias, pensam que não têm condições de colocá-las em prática. Se esse for o seu caso, aqui vão algumas dicas para adotar o Slow Food.

Fora de casa

  • procure reservar um tempo “justo” para comer, escolhendo locais calmos para tal;
  • se estiver sozinho, não convide seus problemas para fazer as refeições.

Em casa

  • aproveite qualquer espaço, até mesmo um vaso para cultivar alimentos. Vale uma fruta, uma verdura ou temperos;
  • dê preferência aos produtos artesanais ao invés dos industrializados. Azeites, queijos e cervejas são fáceis de entrar na alimentação do dia dia;
  • prestigie os pequenos produtores nacionais. Será sempre mais fácil conhecer os métodos de produção deles e saber se são “limpos e justos”;
  • compartilhe com seus amigos a descoberta de novos produtos. Faça pequenas reuniões informais para degustação e indique aqueles que eles aprovarem e os produtores que sua família adotar. 

Agora que você já sabe o que é Slow Food e como colocar essa teoria em prática, que tal se manter informado sobre os melhores produtos e práticas para a sua dieta? Assine nossa newsletter e fique por dentro de novidades do mercado de azeites, dicas e muito mais!



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!