8 motivos para você incluir o azeite de oliva extra virgem na sua alimentação


8 motivos para você incluir o azeite de oliva extra virgem na sua alimentação

Que o azeite de oliva extra virgem é um excelente alimento para o tempero e preparo dos seus alimentos na cozinha você já sabe. O que você talvez não saiba ainda é que além de ser o queridinho da gastronomia ele também é um excelente aliado para a sua saúde. Isso mesmo, rico em antioxidantes, ele ajuda a combater e prevenir diversos problemas de saúde como osteoporose, diabetes e a saúde do coração. 

Protege contra a osteoporose

Através de estudos descobriu-se que o azeite de oliva extra virgem possui oleuropéina, substância que é capaz de exercer a mesma função do cálcio em nosso organismo, protegendo assim os ossos.

Ajuda a prevenir o câncer

Os elevados níveis de antioxidantes presentes no azeite de oliva extra virgem são capazes de combater os danos causados pelas células cancerígenas. São eles os acteosídeos, tirosol e os ácidos fenilpropriônicos que ajudam no combate dos radicais livres das células do DNA.

Benefícios para a memória

Estão presentes no azeite extra virgem os polifenóis, antioxidantes que são associados à prevenção de problemas de memórias e doenças degenerativas como Mal de Parkinson e Mal de Alzheimer. Além disso, o azeite também ajuda com a memória do dia-a-dia.

Contribui para a sua beleza

O azeite de oliva extra virgem traz benefícios para a pele, unhas e cabelos, benefícios que são adquiridos tanto pela ingestão quanto umectação na pele. O consumo do azeite de oliva ajuda a prevenir e tratar a acne e o ressecamento da pele, além de acelerar o crescimento do cabelo e fortalecer as unhas.

Combate a diabetes

O azeite de oliva extra virgem regula os níveis de insulina no sangue, fazendo com que o corpo produza apenas o necessário para a manutenção do organismo, ajudando desta forma no combate à diabete.

Ação anti inflamatória

O azeite de oliva é rico em ácidos graxos que ajudam a fortalecer nosso sistema imunológico, mas sem aumentar a atividade inflamatória do organismo, o que poderia levar a doenças autoimunes.

Combate a dor 

Estudos feitos em ratos demonstraram que o azeite de oliva extravirgem tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias e é capaz de potencializar o efeito de medicamentos como o ibuprofeno.

Os resultados ainda não foram comprovados em seres humanos, mas essas pesquisas indicam que uma dieta contendo azeite de oliva pode contribuir para menores níveis de dor e inflamação crônicas.

Desintoxica o fígado

O azeite é um ótimo aliado na limpeza do fígado. Uma misturinha de 1 colher de sopa de azeite com um limão espremido é um santo remédio para o organismo. Além de promover um detox, ajuda a se livrar de pedras da vesícula.


 



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!